Terça-feira, 27 de Novembro de 2007

SUBINDO A SERRA DO MONTEJUNTO

Domingo de manhã, com bastante frio, subida - sozinho -  ao Montejunto. Já lá tinha ido com outra bike , mas não queria deixar de experimentar com a StumJumper. Subi pelo lado de Vila Verde dos Francos, sempre em alcatrão e em bom piso. Seria sempre preferível subir em terra porque com estes pneus, em alcatrão, a StumpJumper mais parece um tractor! Contudo, lá fui a um bom ritmo, procurando o sol para aquecer e tentando perseguir o pessoal com bikes de estrada que passava por mim como se fossem a descer... A subida foi facilitada por não haver vento, recordo que da outra vez que lá fui este quase me atirava ao chão, tal a intensidade com que soprava. O regresso, desta vez, foi por alcatrão, pois estava sozinho, não conheço bem a zona e o principal objectivo da volta era fazer kilometros  a rolar. Isto  a pensar já na Maratona de Canha que se avizinha e onde acho que não há subidas...


publicado por LunarCaustic às 20:05
| comentar
Quarta-feira, 21 de Novembro de 2007

CINEMA NA CINEMATECA

No Sábado fui à Cinemateca, onde já não ia há uns 3 meses, ver "Zero em Comportamento" de Jean Vigo e "Simão do Deserto" de Luis   Buñuel .

O primeiro filme (de 1933) não conhecia, apesar de já ter visto qualquer coisa do Jean Vigo, nomeadamente o "L´Atalante" de que gosto bastante. Este "Zero em Comportamento" é o 1º filme de ficção deste realizador e retrata um colégio com crianças em regime de internato severo - não gostei muito. 

O "Simão do Deserto" (1965) já tinha visto, como quase toda a obra do Buñuel . É daqueles filmes que gosto de rever de tempos a tempos... Simão é o solitário que vive em penitência, no deserto e em cima de uma coluna de pedra para estar mais perto de Deus. Começa a ser seduzido pelas aparições diabólicas de Silvia Pinal, personificando o Diabo. Filme bizarro e fascinante.


publicado por LunarCaustic às 22:13
| comentar | ver comentários (2)
Segunda-feira, 19 de Novembro de 2007

II PASSEIO DA TASCA DO XICO

Domingo de manhã, o primeiro contacto com o frio deste Outono/Inverno de 2007. No Pinhal Novo que fica ali para os lados de Palmela, fui ao II Passeio da Tasca do Xico - a propósito, um nome bem peculiar para um passeio! Desta vez fui com mais 3 colegas: O Miguel, o Zé e um estreante nestas coisas, o Moura. O passeio foi guiado durante algum tempo e depois era andamento livre... O Miguel assim que abriram alas, disparou e fugiu para nunca mais ser visto... Mais tarde telefonou a dizer que já estava em casa da sogra a almoçar, ou qualquer coisa do género: Nós ainda no Pinhal Novo! Até aos 25 Km andei mais ou menos junto com o Zé e o Moura, depois do abastecimento e numa subida mais técnica aproveitei as potencialidades da StumpJumper neste tipo de pisos e descolei dos outros companheiros, tendo feito uma espécie de contra-relógio até ao final, com direito a engano no percurso e tudo. O percurso era bastante agradável com alguns singletracks espectaculares e não havia ponta de lama! Desta vez deu para conhecer, ver e apreciar um pouco da Serra da Arrábida: de facto e como desconfiava, até pelo que tenho ouvido dizer, muitas potencialidades para o BTT - mas sem chuva/lama... Também deu para ficar com uma ideia do elevado número de pessoal que por lá pedala ao Domingo. A prova acabou por correr bem para todos nós e acabei por encontrar um colega do BTT Lisboa o Rui, com quem já me tenho cruzado em alguns passeios. Vi-o na partida e quando cheguei já ele ia para ir tomar banho... é muito andamento!  A StumpJumper portou-se muito bem e desta vez não houve furos. Na parte final foi engraçado o despique que tive com um colega, apanhei-o no final da  subida para Palmela, depois a descer e em areia, fomos andando um ao lado do outro, quando o piso passou a plano e era para rolar ele fugia e só o conseguia apanhar quando havia uma subidazita, mas até ao fim era sempre a rolar e lá acabou por chegar à minha frente. Houvesse mais uma subida igual à de Palmela e ele nunca mais me via, mas rolar não é mesmo para mim!  Uma palavra ao colega Moura, que para quem nem bike tem - foi com uma emprestada, fez os 50 Kms sem luvas e como se fizesse aquilo todas as semanas... Assim é que é!

Zé, Miguel, Moura e Eu

 

O Rui e a sua máquina poderosa...

Pessoal do Algarve


publicado por LunarCaustic às 21:40
| comentar | ver comentários (1)
Sexta-feira, 16 de Novembro de 2007

CINEMA NO CINEMA

No dia da estreia em Portugal, fui ver "Control " de Anton Corbijn . É a história do vocalista dos Joy Division : Ian Curtis. Os Joy Division são só quem, relativamente à música e a outras coisas, mais me influenciou quando era adolescente e quando deixei de o ser - se é que deixei... Ouvir Joy Division há 20 anos ou agora é a mesma coisa, nada mudou porque nada deve mudar quando não há nada para mudar. A música afecta-me agora com no passado, por isso é que ouço tão poucas vezes - mas quando ouço, ouço mesmo. Hoje, por exemplo, antes de ir ver o filme, ouvi tudo o que tenho deles: de seguida! Não esqueço quando num dia 18 de Maio de um ano qualquer, lá para o fim da década de 80, numa discoteca que existia algures chamada Chaplin , um amigo chegou ao pé de mim, com uns LP's debaixo do braço e disse: faz hoje anos que morreu o Ian Curtis, vamos pedir ao DJ para passar uma música dele. Não me recordo qual foi a música, mas sei que nesse dia ouvimos por uns instantes Joy Division naquela discoteca: para nós, na altura, aquilo era TUDO! Gostei do filme que foi uma estreia do realizador - mais conhecido como fotografo e por realizar videoclips. O bilhete custou 5.50 € (um aumento de 10% desde a última vez que fui ao cinema!) e a sala foi a 4 do Monumental. Para quem teve a felicidade/infelicidade de lidar com a música dos Joy Division : a não perder, claro!


publicado por LunarCaustic às 23:13
| comentar | ver comentários (4)
Terça-feira, 13 de Novembro de 2007

ORIENTAÇÃO EM MONSANTO

Sábado mais uma voltita em Monsanto, desta vez procurando fazer um pouco de orientação (só para não esquecer ), vulgo ORI-BTT , com um mapa que me haviam dado num género de workshop sobre orientação que participei há já algum tempo em Monsanto. Também aproveitei a companhia casual do Joaquim, que anda a iniciar-se no DH , para para fazer uns drops e umas descidas mais técnicas, principalmente uma do Moinho que anda, literalmente, a dar-me dores de cabeça: desta vez bati com a cabeça num ramo e amassei o capacete - não fosse ele e lá ficaria com um "galo". Aqui, não posso deixar de agradecer à minha querida Avó Hermínia, que foi quem, em boa altura, me ofereceu o capacete Specialized Instinct . Quanto às descidas do Moinho, tenho-as feito com calma, mas julgo que as posso fazer de outra maneira, mais rápida e ao mesmo tempo mais segura! Só 20 Kms e a certeza de que quando tiver de andar a sério - com estes treinos... - vai ser complicado.

 

 

O companheiro Joaquim e a sua Mondraker


publicado por LunarCaustic às 20:02
| comentar | ver comentários (2)
Domingo, 4 de Novembro de 2007

CINEMA NO SOFÁ

Na RTP 2 revi a versão a cores do sempre apetecível "Há Festa na Aldeia" do Francês   Jacques Tati . Realizado em 1949 é uma deliciosa comédia centrada na feira que chega a uma pequena aldeia, no carteiro local e na sua bicicleta. Este carteiro (onde se advinha aquela que será a personagem mais conhecida de Tati:  Mr. Hulot) é, sem dúvida, o inventor do BTT ... Tal como "O Meu Tio" ou "Playtime" é um filme que vejo e revejo sempre com satisfação.


publicado por LunarCaustic às 21:49
| comentar

FUROS, FUROS E MAIS FUROS...

Sábado de manhã cedo: nesta altura do ano tenho outras prioridades de ordem profissional, que não me permitem dispor de muito tempo para dar grandes voltas, pelo que decidi que este fim-de-semana só daria uma voltita em Monsanto, que fica perto de casa e dá para sair já a andar.  Ao fim de 3 Kms , num sítio em que estou farto de passar, e quando me preparava para começar a subir... um barulho conhecido, por demais conhecido, que significa uma só coisa: Furei! Roda de trás, a tal que tem líquido Slime e tiras (supostamente) anti-furo. Nem queria acreditar, a roda de trás?? Não levava comigo câmara suplente pois decidi só levar remendos. Afinal para que iria servir a câmara suplente? Com tiras anti-furo e com líquido slime não haveria furo que ousasse aparecer, supostamente e na teoria, tal seria quase impossível... se furasse seria na roda da frente e para aí bastariam uns remenditos. Andar mais carregado para quê? Começo a desmontar a roda e vejo líquido verde espalhado por tudo quanto é pneu. 2 (Dois) furos! Não um, mas logo 2 furos de uma vez e que furos! Os remendos que levei não davam para tapar aquilo. Apareceram uns companheiros que me emprestaram outros remendos, mas quem é que conseguia fazê-los agarrar com aquele líquido verde todo para ali espalhado, sempre a deitar mais e sem maneira de o limpar devidamente... Voltei para casa à mão, pensando: amanhã há mais!

Domingo de manhã cedo: houve de facto mais... substituí a câmara com líquido slime por uma normal e avancei, desta vez com câmara suplente e muitos remendos, novamente para Monsanto. Ao fim de 10 Kms , e em alcatrão, o mesmo habitual repetitivo irritante barulho: Furei! Roda de trás novamente. Com muita calma, retirei o pneu, remendei o furo, voltei a colocar o pneu mas desta vez sem as tiras anti-furo , e arranquei para mais 20 Kms onde fiz aqueles trilhos de que gosto, tendo ido até tentar perceber como é que um colega caiu num salto lá para os lados do anfiteatro. Não consegui perceber muito bem e só vejo uma explicação: demasiada velocidade. O que percebi melhor é que as #%@AS   das tiras anti-furo é que me trilharam e rasgaram os pneus! Não tivesse visto no sábado à noite, o filme do Jacques Tati "Há Festa na Aldeia" e a maneira como o carteiro lida com um furo ( em 1949 tal como agora: roda, câmara, remendo e bomba...) e teria ficado mesmo irritado com esta sequência de furos!


publicado por LunarCaustic às 17:44
| comentar | ver comentários (2)
Quinta-feira, 1 de Novembro de 2007

NOCTURNO HALLOWEEN

Na noite do Halloween o Clube BTT Lisboa organizou um nocturno na Serra de Sintra. Juntaram-se 63 bikers dispostos a ir pregar/apanhar sustos na escuridão da Serra. Não tenho conjunto de luzes apropriado, mas como "quem não tem cão, caça com gato" lá me desenrasquei ... Bastante engraçado andar-mos de noite, às vezes sozinhos , a fazer os trilhos que normalmente se fazem de dia. Consegui fazer o "trilho maravilha" a bom ritmo apesar de a iluminação ser fraquita. Noutros trilhos teve de haver mais cuidado, mas como também vamos com os sentidos mais despertos, acaba por nem ser difícil andar de noite. Até dizem que é mais fácil subir à noite... A volta correu bem e não houve nenhum problema de maior com o pessoal. No final tivemos direito a um cachorro ou bifana e uma cervejinha nas roulotes de serviço e a noite acabou já eram quase 3 da manhã. Podia ser bem pior! Na véspera comprei e montei na roda de trás da StumpJumper uma câmara de ar slime com líquido e, apesar de a roda ficar mais pesada, é um facto que desta vez não furei! Para já não vou colocar na roda da frente, mas após o próximo furo, será de imediato.

 

O Vídeo

 

Confusão à partida

 

 O pessoal equipado a rigor

 

 

 

 Acaba por ser assim...

 

 

 

 


publicado por LunarCaustic às 20:10
| comentar | ver comentários (3)

posts recentes

DIAS QUE SE FECHAM

INTERVALO QUASE DOLOROSO

NADA ACONTECE

UMA PASSAGEM PARA UM OUTR...

ÀS VEZES...

LISBOA DOWNTOWN 2010

IMAGINANDO COISAS

NÃO HÁ NADA A FAZER: DOMI...

NUM DIA IGUAL AOS OUTROS

The world is full of most...

TEMPO SUSPENSO

ATRAVESSAR FRONTEIRAS

O NEVOEIRO DE SINTRA

CROSS COUNTRY NA SERRA DO...

THE FIRST RIDE

THERE SHE IS : COMMENCAL ...

O TEMPO QUE PASSA NA SERR...

ANTÓNIO SÉRGIO (1950-2009...

TO DO OR NOT TO DO...

O QUE SE LEVA DE SINTRA

arquivos

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

links